Santa Catarina vivenciou um dia tranquilo de votação no segundo turno das eleições, em que foram escolhidos os futuros governador do Estado e presidente da República. O secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, divulgou que foram registradas 19 ocorrências relacionadas apenas a crimes eleitorais, sendo a maior parte de boca de urna, com nove pessoas conduzidas à delegacia para assinar um Termo Circunstanciado (TC). 

 

As informações foram divulgadas durante coletiva de imprensa no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres  (CIGERD), em Florianópolis, ao lado do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Araújo Gomes, do delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Luiz Ângelo Moreira, do coronel César de Assunção Nunes, do Corpo de Bombeiros, e da secretária de Segurança de Florianópolis, Maryane Mattos.

 

"Como balanço geral, o resultado é extremamente positivo tanto no segundo quanto no primeiro turno, especialmente quando comparado com os pleitos anteriores. Isso se deve à preparação das força de segurança, de todos os envolvidos nesse sistema voltado para as eleições", disse o secretário.

 

Ao todo, foram empregados 10.401 agentes em Santa Catarina para fazer a segurança do pleito, com o apoio de 1.736 viaturas. Segundo dados do coronel Araújo Gomes, da PM, quase 9 mil policiais militares e três aeronaves estão trabalhando neste domingo e farão também o acompanhamento das festas dos correligionários dos eleitos.

 

"Nós cobrimos todos os locais de votação. Todos os juízes eleitorais tinham a companhia de oficiais. Então o balanço é muito positivo, com um número de ocorrências significativamente melhor do que no primeiro turno. Os incidentes também não tiveram grande gravidade, concentrando-se no que era esperado: boca de urna e perturbação no local de votação", analisou Araújo Gomes.

 

Em relação ao trabalho realizado pela Polícia Civil, o delegado-geral adjunto, Luiz Ângelo Moreira, afirmou que houve plantão em todas as comarcas do Estado. Segundo ele, as forças continuam de prontidão para eventuais ocorrências durante as comemorações. "As eleições transcorreram dentro da normalidade. Foi uma eleição bastante tranquila", afirmou Moreira.

 

O coronel César de Assunção Nunes, dos bombeiros, salientou que o trabalho da corporação foi facilitado pelo fato de o ciclone extratropical de sábado não ter tido atingido o Estado com força.

 

"Nós agora começamos a segunda etapa da eleição, que é manter as guarnições nos locais de apuração. Também estávamos preparados para que o ciclone não atrapalhasse, imaginamos que algumas ruas pudessem estar impedidas, mas isso não aconteceu. Mobilizamos recurso humano e  material para tal, a preocupação era tão grande que estávamos preparados para embalar as urnas e dar proteção a elas em caso de chuva", disse.



  

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2018 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search