Florianópolis (28.02.2018) - Aconteceu na tarde desta terça-feira, 27, em Florianópolis, a primeira reunião de comandantes da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), após a posse do novo comandante-geral, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior. O evento iniciou às 13 horas e foi realizado no auditório Delegada Lúcia Maria Stefanovich,  da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

 

Na ocasião, o subcomandante da PMSC abriu os trabalhos e falou sobre a importância da reunião. “Estamos vivendo um novo momento. E devemos pensar de forma diferente. Temos de nos adaptar às mudanças que a sociedade exige”, explicou.

 

O coronel Koglin também explicou aos demais comandantes presentes quais são os principais desafios do novo comando e as principais linhas de ação.

 

 

Além de servir como apresentação do planejamento, o encontro também serviu para ouvir o posicionamento e as necessidades de cada comandante regional. 

 

Em sua fala, o comandante-geral apresentou seu Plano de Comando e convocou os demais comandantes a estarem juntos nessa nova missão. “Estamos todos os dias nos esforçando para reverter os indicadores da segurança pública em Santa Catarina. “Escutar vocês é muito importante”, afirmou o coronel, ao falar sobre a importância da reunião.

Fazendo uma avaliação dos primeiros dias à frente da instituição, e também diante às operações já realizadas, o comandante-geral foi otimista e agradeceu o apoio do secretário Alceu de Oliveira Pinto Júnior. “Nestes cinco primeiros dias de comando, o professor Alceu tem sido um parceiro valoroso da PM, até mesmo para conhecer mais de perto o nosso trabalho, aqui representado pelos 12 grandes comandos regionais e demais unidades”, reconheceu o comandante-geral.​

 

O secretário, por sua vez, agradeceu as palavras e se mostrou satisfeito com a forma com que as operações vem sendo executadas. “Tenho a plena convicção de que os senhores estão muito bem liderados. E, da mesma forma, estou muito confiante que estamos no caminho do sucesso”, considerou o titular da SSP, fazendo sua avaliação. “Fico feliz em ver tantos comandantes aqui reunidos. E, sem sombra de dúvidas, o conhecimento dos senhores, bem como suas experiências, serão fundamentais na execução das diversas operações que serão desenvolvidas no Estado”, finalizou.

 

Na sequência, o coronel Araújo Gomes explicou aos demais comandantes os principais desafios a serem enfrentados. “Como ganhar essa guerra no menor tempo possível!? Como lançar, em um curto período de tempo, as bases que representam as transformações planejadas!? Como criar e manter um ritmo de trabalho que seja compatível com o esperado pela sociedade!?”, apontou o comandante da PMSC.

 

“Esse ano não vai ser de crawl, vai ser de apneia”, brincou o coronel. “Mergulhamos em uma missão e só sairemos fora d’água quando obtivermos bons resultados”, explica.

 

Por fim, o comandante também apresentou aos presentes os cinco eixos do seu comando e falou sobre os desafios. “O verbo deste ano é proteger. Para isso, iremos buscar construir confiança; presentes e protegendo; orientados a resultados, rondando e pegando; e servindo com excelência”, elencou. 

 

Diante do novo plano de comando, o coronel pormenorizou os recursos e a conjuntura atual. Descreveu suas pretensões para cada tópico e falou sobre facções, criminalidade violenta, fronteiras e divisas, sensação de insegurança, confiança na polícia e estado de diversidades.

 

Também pontuou, com destaque, que pretende aumentar o número de prisões realizadas, bem como o número de armas e drogas apreendidas. Da mesma forma, explicou que visa reduzir o número de mortes intencionais, de ocorrências de violência doméstica, e os casos de homicídios tentados e roubos diversos.

 

Para tanto, ele também explicou que a ideia é que o gerenciamento das ações seja realizada por compartilhamento de estatísticas (COMPSTAT), similar ao utilizado pela Polícia de Nova Iorque, que permite o acompanhamento dos resultados em ciclos curtos e formais. “Alinhados, no mesmo objetivo, teremos sempre êxito, como vem acontecendo, se todos estivermos juntos”, assegurou.  

 

Estiveram presentes no encontro, o secretário Alceu de Oliveira Pinto Júnior, o comandante-geral da PMSC, coronel Araújo Gomes, e o subcomandante-geral da PMSC, coronel Cláudio Roberto Koglin, além dos demais comandantes regionais e das especializadas, bem como os comandantes das unidades subordinadas. 

 

GOVERNO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA

Avenida Governador Ivo Silveira, nº  1521
Capoeiras  - Florianópolis-SC  - CEP: 88.085-000.

Atendimento ao Público: 13h às 19h.

 Fone: (48) 3665-8100 - Email: gabinetesecretario@ssp.sc.gov.br

2018 SSP/SC. Desenvolvido por DTIC - Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações.

Search